O que é Tinkuy? O que é a G.A.V. Associação?


Tinkuy.... Palavra Quechua (da cultura Inka), que significa encontro, ponto de fusão e de transformação, de harmonização dos opostos.... espaço de encontro individual, de auto-descoberta e de auto-transformação, de partilha e construção do Colectivo.

* Este "filho" chamado Tinkuy nasce em 2010, em Colares, Sintra, como um projecto familia+ mas com a ideia de abraçar o mundo como uma só e grande família. Nasce com uma atitude de amor e veneração à Mãe Terra. Pois é com os pés bem assentes na Pachamama que aspiramos tocar o  céu e  transcender.

O Centro Tinkuy (Espaço de Encontro de Saberes e Sabores) é um projecto que nasce integrando a Associação "Gracias a la Vida".

* Declaramo-nos optimistas: escolhemos ser daqueles que "vêem o copo meio cheio".

* Em tempos de incertezas, queremos afirmar que nada há de mais poderoso que o amor à Vida e a vontade de SER plenamente.

* Recuperar a nossa integridade, desenvolvermo-nos em todas as esferas da existência:  corpo, mente, o nosso ser mais subtil, em simultâneo.... é aí o desafio.

Em amor e gratidão,

Colectivo Tinkuy -  "Gracias A La Vida" Associação
(Dezembro 2010)


Nota: Muitas das imagens deste blog foram tiradas da Internet com fins de divulgação cultural, se algum dos autores se opõe a que estejam aqui publicadas, diga-nos que as retiraremos de imediato. Obrigada.

Many of the photos we published here were taken from the internet for divulgation and cultural goals. If the owners don´t agree, please notify us and we´ll remove them imediatelly. Thank you. 





Que é a "GRACIAS A LA VIDA" ASSOCIAÇÃO?

A "Gracias a la Vida" Associação é uma agrupação sem fins lucrativos, criada* em 2011, sediada no Concelho de Sintra, Lisboa, Portugal.    *(Sócios fundadores:  Joaquim da Silva  e Isaura Candelaria).

Criamos este Projecto com um sentimento de gratidão,  aos que nos antecederam, à mãe terra, e aos que virão, nesta corrente sem-fim que é a VIDA.

Reconhecemos o quão importante é assumir a responsabilidade que nos toca nos actuais momentos de crjses e instabilidade. Nos interrogamos sobre qual o papel do individuo comum e corrente, do cidadão que quer agir e colaborar na construcção de um mundo melhor e sente falta de canais efectivos para o fazer.


Sentimos que as soluções hão de ir aparecendo cada vez mais desde "abaixo" e desde "dentro", a partir de grupos pequenos que criam organização e redes vivas.  É tempo de criar e ir à procura de alternativas e não esperar que nos sejam dadas desde "cima" e desde fora.

Neste caminho não estamos nem estaremos sozinhos, existe em Portugal e no mundo  um crescente movimento de mudança e transição, uma autêntica "revolução silenciosa".  Inspirados e embalados nesta onda, juntamos ousadia, vontade de arregaçar as mangas e alguns recursos e fundamos um primeiro Projecto Piloto: o  Centro Tinkuy, em Almoçageme, como um Espaço de Encontro para a experimentação e elaboração de propostas em aspectos centrais tais como:
+ Encontro, (construcção do colectivo)
+ Ecologia, (interna e externa, cuidando do nosso corpo e o entorno)
+ Educação  (principalmente auto-educação)
+ Espiritualidade 


É sobre estes eixos principais que a nossa acção e sonhos se orientam.


Podemos resumir como o nosso Objectivo Geral:
Contribuir à realização plena, tanto individual como colectiva (nos diversos aspectos físico, mental, emocional e espiritual). Criando para isto um espaço local/temporal de experiência e partilha onde se integrem em harmonia o SER individual e o SER colectivo, orientados pelos objectivos últimos do bem comum e da evolução de todos os seres que habitamos a Terra.

 

Objectivos específicos: 

Espaço de ENCONTRO

· Desenvolver o espírito comunitário de trabalho, partilha, entreajuda e solidariedade; 

· Promover uma convivência baseada na busqueda do consenso, na comunicação aberta, na honestidade e na transparência;


·  Promover formas de inter-relação de respeito entre os membros, considerando as diferenças existentes (de idade, de género, de cultura, de credo, etc.) que enriqueçam a todos e permitam criar uma nova cultura de paz e de inclusão;

Espaço para practica de uma nova ECOLOGIA e ECONOMIA
. Vivenciar a sustentabilidadede uma maneira profunda e activa, começando pelo cuidado da nossa "Ecologia Interna" individual, passando pela dos seres que nos rodeiam, animais, plantas, solo, água, detritos, etc. e relacionando-a na sua dimensão local, regional, nacional e planetária.

· Desenvolver quotidianamente acções que contribuam para a sustentabilidade de maneira duradoura. Principalmente na aprendizagem de escolhas conscientes, seja na manifestaçõesforma de Alimentar-nos (Alimentação Vegana, vegetariana, macrobiótica), seja na forma de Cultivar o nosso alimento (Agricultura natural - Permacultura), e num estilo de vida (que promova a simplicidade e o consumo consciênte,  uma  economia solidária).



. Desenvolver acções de parceria que, respeitando os Objectivos Principais, estimulem o empreendedorismo e a cooperação, a auto-criação de fontes de trabalho e subsistência.  Estabelecendo laços e convénios com outros projectos de objectivos semelhantes, tanto a nível local, regional, e de maior escala.



Espaço de EDUCAÇÃO E AUTO-EDUCAÇÃO
. Promover a Educação num sentido mais abrangente que o da educação formal (das escolas e instituições de ensino). Para além da conhecer a realidade e as suas variadissimas manifestações (físicas, bio-químicas, matemáticas, geograficas, históricas, sociais, psicológicas, comunicativas, etc. etc.) a Educação deverá permitir também intervir/transformar nesta realidade (ter um rol mais activo) permitindo, por tanto, desenvolver diversas capacidades como a autonomia, a criatividade e o sentido crítico.  Esta perspectiva busca, por isto, ir para além dos objectivos de "adquisição de informação" ou de cumprir com as expectativas do "mecado de trabalho".

Entendida assim a Educação (como criação dinâmica de cultura humana, de diária experiência e vivência transforamdoras), permitirá o desenvolvimento de seres humanos mais íntegros e todo o seu potencial.

Neste objectivo nos inspiram diversas correntes filosóficas e pedagógicas, tais como a do prof. Tomio Kikuchi, Rudolf Steiner ou a de Paulo Freire.


·  Estimular a criatividade e a inovação utilizando as possibilidades que as Ciências e as  "novas" tecnologias oferecem, cruzando-as com os saberes tradicionais, as artes e ofícios;

·  Promover novas formas de producção e partilha de conhecimento: Grupos de Estudo, Oficinas, Cursos, Seminários, Retiros, Forums, Tertúlias, Encontros, etc.

. Promover e  canalizar as capacidades e talentos individuais e colectivos nas mais diversas áreas da criação humana, orientadas principalmente pelo critério do bem comum: agricultura, cura, música, dança, teatro, pintura, escultura, cozinha, jardinagem, carpintaria, cerâmica, poesia, construcção, arquitectura, artesanato, canto, escrita, etc. etc. 



Espaço para a práctica da ESPIRITUALIDADE

.Desenvolver  acções que conduzam à vivência de uma espiritualidade no dia a dia.
Com uma visão ecuménica que promova a fraternidade e respeito por todas as posturas religiosas e caminhos espirituais, baseados na partilha de pontos essenciais em comum, como são o respeito e veneração pela VIDA em todas as suas manifestações.


. Promover Encontros, cursos, retiros de Meditação e práctica de atenção e consciência plenas, etc.


As áreas de acção da GRACIAS A LA VIDA 
ASSOCIAÇÃO 

Alimentação e Energia (Agricultura Biológica, Permacultura e Formas Alternativas de Energia);

Saúde e Bem-Estar (Terapias Holísticas, Meditação, Aconselhamento e Orientação nutricional, Yoga, Chi-Kung, etc); 

Artes e Ofícios (Música, Dança, Canto, Pintura, Olaria, Carpintaria, Construção e Bio construção, Padaria Artesanal, Cozinha Natural, etc.); 

Educação, Auto-educação e formação continua nas mais diversas áreas do saber e do fazer, cruzando para isto diferentes faixas etárias, diversas experiencias e procedências, culturais e geográficas.

Inter-relação da economia familiar-local-regional. A través de iniciativas diversas, que respondam às necessidades existentes e que apoiem assim a criação de riqueza e abundância de maneira sustentável. Por exemplo a criação de Projectos Productivos (agricultura, alimentação saudável, artesanato, ofícios, etc.) e de Serviços (manutenção e reparação de vivendas e jardins; reflorestação e limpeza de bosques e terrenos) ou de apoio social (cuidados e atenção domiciliária a mãe/bebé, Idosos e Crianças, Cuidados e Atenção domiciliária a animais de estimação), entre muitos outros. 



O primeiro projecto da "Gracias a la Vida Associação" é o Centro Tinkuy, espaço de encontro de saberes e sabores

Centro Tinkuy é um projecto vivo da Gracias a La Vida – Associação Sem Fins Lucrativos, criado em 2010 e localizado em Almoçageme, Sintra.

Algumas das acções já realizadas  pelo centro,  desde que foi criado:

* actividades que promovem a saúde integral e bem-estar (Aulas de Yoga, Chi-Kung, Culinária Saudável, Terapias Holísticas, etc.)

* actividades em contacto com a natureza: Horta bio, Caminhadas, Venda e troca de productos ecológicos 

* actividades artístico - culturais: Festivais, Encontros, Concertos, Cine-forum (cinema&Tertúlia),

* actividades de desenvolvimento integral com crianças: Férias diferentes, workshops, aulas e formação de grupos de partilha para pais e filhos

* acções de formação em artes, saberes tradicionais e ofícios: workshops diversos em áreas tais como a arte-terapia, cozinha natural, carpintaria, artesanato, comunicação não violenta, costura, bio-construcção, ...

* alimentação integral e consciênte, alimentação compassiva: serviço de refeições e catering de comida orgânica e vegana a través da Cozinha do Tinkuy

* cedência do local para a realização de retiros, cursos e outros eventos em parceria 
entre outros...


Junta-te a nós.
Bem-vind@!





CENTRO TINKUY 
Estrada do Rodízio, nº 2, Almoçageme

2705-335 Colares Sintra (junto ao Largo da feira de fim de semana)
centrotinkuy@gmail.com
967941468
961445507
212437791


Também pode seguir-nos no Facebook:
https://www.facebook.com/centrotinkuy/

ou no Instagram:
https://www.instagram.com/centrotinkuy/














Como chegar de carro?
De transportes: Autocarros 403 e 439 scotturb





“Never underestimate the power of the individual.
 There has never been any positive social change initiated by
 governments and institutions. All progressive changes have come about because of the actions of individuals or small groups of individuals.
 Never believe that an individual does not have
 the power to change the world.
 Indeed it´s the only thing that ever has."
  Margaret Mead